Software de controle parental - funciona?

1º de janeiro de 2018
Proteção Inteligente

A resposta é sim, até certo ponto.

Antes de começar a pensar em comprar um cadeado grande para o seu computador, a resposta real é muito mais complexa.

Como pais, naturalmente, queremos proteger nossos filhos do grande mal, seja lá fora ou online. E sabemos que o software de controle parental foi oferecido como um santo graal, algo que, em teoria, protegerá nossos filhos e os impedirá de acessar sites que não queremos que acessem – tudo enquanto estivermos fora do trabalho.

O problema é que nossos filhos estão usando a tecnologia cada vez mais cedo, criando uma nova geração de pessoas para quem os computadores e a tecnologia são simplesmente parte de suas vidas, e seus níveis de conforto e competência superarão em muito os nossos – mesmo agora, muitos de nossos adolescentes sabem mais sobre computadores do que nós. O que isso significa é que temos crianças em nossas mãos que são cada vez mais propensas a ter o conhecimento e as habilidades para contornar o software de controle dos pais, às vezes de maneiras que nunca perceberemos que o fizeram.

No entanto, não ter esse software significa que estamos liberando nossos filhos em um mundo de possibilidades e descobertas ilimitadas, algumas desagradáveis ou até perigosas, além de colocá-los no caminho de pessoas com as quais preferimos que nunca interajam.

Embora grande parte da mídia promova a ideia de que a internet é um reduto para pedófilos e outros degenerados, a verdade é que o maior risco para nossos filhos virá na forma de cyberbullying e pressão de grupos de colegas.

Então, se o software de controle parental não é infalível, o que fazemos? Proibir o uso de smartphones, redes sociais e uso de computador em casa?

Além do fato de que isso não impediria seu filho de usar computadores e smartphones, também é uma maneira de humilhar seus filhos na frente de seus colegas, o que é algo que devemos sempre tentar não fazer.

O problema não é a tecnologia – nem os dispositivos nem o software. O problema é a forma como os pais confiam demais no software.

Enquanto alguns pais fazem com que seus filhos configurem software e computadores (não é uma jogada inteligente se você pensar bem), muitos outros simplesmente configuram o software e logo o esquecem, pensando que o software está funcionando e fazendo seu trabalho e, portanto, o os pais não precisam fazer mais nada.

O software não é senciente. Ele faz um ótimo trabalho em fazer o que deveria fazer, mas os pais precisam estar ativamente envolvidos. Para que o software de controle parental funcione realmente como queremos, nós, como pais, precisamos estar envolvidos.

Isso significa verificar o histórico online diariamente, significa ter certeza de que você pode verificar o que seu filho está fazendo no computador, isso significa ingressar no site de rede social do qual seu filho faz parte.

Claro, sendo a parte senciente do software de controle parental, vale a pena educar-se e manter-se atualizado sobre as últimas novidades entre as crianças, bem como com a tecnologia mais recente. E também vale a pena educar seus filhos, explicar a eles a importância de proteger suas informações pessoais e ser cauteloso com qualquer pessoa que não saiba o que quer saber dessas informações. E é igualmente importante explicar aos seus filhos por que você não quer que eles acessem determinados sites ou fiquem longe de certos assuntos online.

Se você verificar ativamente o que seus filhos estão fazendo online e em seus telefones, e conversar com seus filhos, o software de controle dos pais funcionará no nível ideal.

Para ler mais sobre o assunto, acesse Computador Profissional e PC Mag e leia seu artigo aprofundado sobre o assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pronto para a ação?

Você já se perguntou "por que meu filho passa tanto tempo no celular e qual é a minha responsabilidade como pai?"
Vamos lá!
Português (AO90)
linkedin o Facebook pinterest Youtube rss Twitter Instagram facebook em branco rss-em branco linkedin-blank pinterest Youtube Twitter Instagram